sábado, 21 de agosto de 2010





“O tempo foi diluindo a tua presença na minha vida. Quem sabe um dia também dissolva a tua imagem da minha memória e eu consiga finalmente esquecer-me de ti. Não é o que quero porém era o que deveria fazer. Nunca somos os donos do nosso coração.”


 Margarida Rebelo Pinto

Sem comentários:

Enviar um comentário

*Escreve, quero saber o que me queres dizer.