sábado, 14 de maio de 2011

Tenho medo...

  Não quero ter medo, não quero deixar de viver o dia de Hoje, não quero ter receio de me aproximar de ti, de me aproximar de ti, mas tudo e nada me deixa receosa, tenho medo de enganos e mentiras de amores e amizades. Tenho medo de não ser o que dizes sentir.
  Tenho medo, isso não tenho medo nem receio nem vergonha de admitir.
Preciso de um alguém que me ensine de novo a ser forte e a enfrentar tudo do que tenho medo Hoje.
  Se és tu, não sei, mas preciso que sejas o que espero e não espero, de bom e que me guies, para um futuro mehor.

Tenho medo de me enganar, de me  agarrar a alguém que não quer o mesmo.

Mata os meus medos, sem matares o que sinto e espantares o que sentirei um dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

*Escreve, quero saber o que me queres dizer.