sábado, 14 de maio de 2011

Amor

  "Se falar de Amor fosse fácil, este tornar-se-ia igualmente fácil de sentir e de se perceber. Se nós pudéssemos tomar as rédeas, amaríamos apenas quem queríamos, mas não, nada disto é o Amor, é bem mais complicado, é bem mais duro de se perceber e controlar, não é fácil falar dele, não é fácil senti-lo, não nos dá autorização para escolher quem amamos, mas quando o sentimos é um misto de sentimentos que nunca nos deixa indiferentes, é algo que nos faz sonhar, que nos faz pedir mais, é algo que nos ensina a viver, a aprender, a perdoar, a esquecer, a dar e a receber, que nos oferece tudo, mas que também nos retira algo quando decide desaparecer.
  É um sentimento autoritário, que, por vezes, fala mais alto do que queremos, mas é por ser isto e muito mais que o considero o melhor sentimento que alguém pode sentir. Foi este o sentimento que me despertaste, é este o sentimento que perdura, é este o sentimento que vais continuar a despertar em mim enquanto o meu coração decidir que és tu quem deve continuar ao meu lado. Agora é ele quem comanda a minha vida, és tu que me fazes tão feliz, és tu que me fazes querer viver a vida de maneira diferente.
- Será que agora fazes alguma ideia do que sinto por ti, do que me fazes sentir e de como me deixas?


P.S-> O Amor comanda o que quer, mas por vezes também temos de o saber domar, esta não é dessas vezes. " 

Isto foi o que se passou no passado, quem sabe se num futuro não se vai voltar a repetir, mas hoje não é o que sinto nem o que se passa.

será que o passado é a ante-visão do futuro e o futuro a repetição do passado, mas o presente ser o mais diferente dos 3 tempos?

Sem comentários:

Enviar um comentário

*Escreve, quero saber o que me queres dizer.