domingo, 25 de julho de 2010

Olhar o mar.


estive a olhar o mar de perto, quase dentro dele, à espera, embora, com algum receio que alguma onda me tocasse, assim como espero por ti, mas embora a principio nenhuma me tocara, após esperar, começaram a tocar-me lentamente, num toque leve, como se me quisessem acalmar e dizer para esperar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

*Escreve, quero saber o que me queres dizer.